Neste dia 4 de outubro, festa de São Francisco de Assis, pelas 21h00, a Comunidade Cristã de Santo António, em Barcelos, encerrou a celebração do Tempo da Criação, um mês de oração e ação ecuménica em defesa do meio-ambiente, que decorre anualmente de 1 de setembro a 4 de outubro.

O tema escolhido para 2021 foi: “Uma casa para todos? Renovando o Oikos de Deus”. Oikos é a palavra grega para ‘casa’ ou ‘família’. Segundo o comité ecuménico e a rede internacional de parceiros que, todos os anos, organiza o Tempo da Criação, “ao enraizar o tema no conceito de oikos, celebramos a rede integral de relações que sustentam o bem-estar da Terra”.

No dia 1 de setembro, na Igreja de Santo António, foi partilhado, em suporte digital e em papel reciclado, um livro com um pequeno texto da encíclica Laudato si’, sobre o cuidado da casa comum, e uma oração para cada dia.

O encerramento veio sendo preparado por uma pequena equipa que, no anonimato, como acreditamos ser agradável a Deus, organizou uma celebração, que, mesmo sob ameaça de chuva, decorreu quase toda no exterior da Igreja de Santo António, que teve a sua fachada iluminada de verde, enquanto sons da natureza arrancavam expressões de curiosidade a quem por ali passava.

Os textos lidos e os belíssimos cânticos entoados, mais do que encerrar um tempo breve de ação ecuménica, marcam o início de um conjunto de iniciativas pensadas para este novo ano pastoral e o nosso compromisso inequívoco de luta pelo cuidado da criação, no que se inclui o cuidado do outro, de mim próprio, do meio-ambiente e da relação com o Criador, e no que é tarefa de todos os dias.

» Ver vídeo de parte da celebração