Dar voz ao silêncio

Ontem, 10 de janeiro, teve lugar na Fundação Calouste Gulbenkian a apresentação pública da Comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais contra as Crianças na Igreja Católica Portuguesa. Esta Comissão foi constituída na na sequência de uma decisão da Conferência Episcopal Portuguesa em Novembro de 2021.

Qualquer pessoa que tenha sofrido esse tipo de situação pode e deve dar o seu testemunho, contando desde logo com o sigilo profissional da equipa e a garantia do seu anonimato.

A Comissão afirma-se como uma estrutura isenta e independente, ou seja, autónoma e não influenciável por qualquer força externa que queira ou possa desejar vir a alterar o seu objetivo central: dar voz ao silêncio de todas as vítimas deste tipo de crime. Respeita as diferenças de religião ou a sua ausência, etnia, sexo e género, tendo como desígnio a sua posição neutra e inclusiva sobre toda e qualquer diversidade.

Para tal, conta com um grupo de profissionais experientes, de diversas áreas complementares, abertos à colaboração e à crítica construtiva de toda a sociedade civil que genuinamente deseje vir a colaborar nesta missão.

A Comissão, coordenada pelo Médico de Psiquiatria da Infância e Adolescência Dr. Pedro Strecht, possui uma estrutura que inclui um núcleo central de cinco pessoas de diferentes áreas profissionais, mais uma outra que se junta enquanto observadora externa, num total de seis elementos. Pode vir a alargar-se no futuro, contando com outros profissionais para a boa execução do seu trabalho.

Foi vítima de abusos sexuais durante a sua infância e adolescência (até aos 18 anos), praticados por membros da Igreja católica portuguesa ou pessoas que para ela trabalham?

Dê o seu testemunho. Faça-o com total garantia de sigilo profissional e anonimato.

Pode dar o seu testemunho de várias maneiras:

  • Preenchendo o questionário online
  • Através do telefone +351 91 711 00 00
  • Escrevendo-nos a contar o que se passou consigo, através do email: geral @ darvozaosilencio.org (remover o espaço antes e depois da @)
  • Através de um encontro presencial com membros da Comissão, mediante marcação prévia através do telefone +351 91 711 00 00
  • Mais informação em: https://darvozaosilencio.org/

 

Capuchinhos em Portugal

Também os Capuchinhos têm um endereço de email que pode ser usado para denúncia de abusos cometidos por membros da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos em Portugal contra crianças e adolescentes. As comunicações enviadas para cpc @ capuchinhos.org (remover o espaço antes e depois da @) são automaticamente encaminhados para várias pessoas, entre as quais o Ministro Provincial, o Vigário Provincial e várias pessoas independentes (leigos) que, assim, garantem que nenhuma queixa ficará por investigar.

 

Normas de Conduta

Protocolo sobre Abusos Sexuais de Menores (2018)

Dar voz ao silêncio

Ontem, 10 de janeiro, teve lugar na Fundação Calouste Gulbenkian a apresentação pública da Comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais contra as Crianças na Igreja Católica Portuguesa. Esta Comissão foi constituída na na sequência de uma decisão da Conferência Episcopal Portuguesa em Novembro de 2021.

Qualquer pessoa que tenha sofrido esse tipo de situação pode e deve dar o seu testemunho, contando desde logo com o sigilo profissional da equipa e a garantia do seu anonimato.

A Comissão afirma-se como uma estrutura isenta e independente, ou seja, autónoma e não influenciável por qualquer força externa que queira ou possa desejar vir a alterar o seu objetivo central: dar voz ao silêncio de todas as vítimas deste tipo de crime. Respeita as diferenças de religião ou a sua ausência, etnia, sexo e género, tendo como desígnio a sua posição neutra e inclusiva sobre toda e qualquer diversidade.

Para tal, conta com um grupo de profissionais experientes, de diversas áreas complementares, abertos à colaboração e à crítica construtiva de toda a sociedade civil que genuinamente deseje vir a colaborar nesta missão.

A Comissão, coordenada pelo Médico de Psiquiatria da Infância e Adolescência Dr. Pedro Strecht, possui uma estrutura que inclui um núcleo central de cinco pessoas de diferentes áreas profissionais, mais uma outra que se junta enquanto observadora externa, num total de seis elementos. Pode vir a alargar-se no futuro, contando com outros profissionais para a boa execução do seu trabalho.

Foi vítima de abusos sexuais durante a sua infância e adolescência (até aos 18 anos), praticados por membros da Igreja católica portuguesa ou pessoas que para ela trabalham?

Dê o seu testemunho. Faça-o com total garantia de sigilo profissional e anonimato.

Pode dar o seu testemunho de várias maneiras:

  • Preenchendo o questionário online
  • Através do telefone +351 91 711 00 00
  • Escrevendo-nos a contar o que se passou consigo, através do email: geral @ darvozaosilencio.org (remover o espaço antes e depois da @)
  • Através de um encontro presencial com membros da Comissão, mediante marcação prévia através do telefone +351 91 711 00 00
  • Mais informação em: https://darvozaosilencio.org/

 

Capuchinhos em Portugal

Também os Capuchinhos têm um endereço de email que pode ser usado para denúncia de abusos cometidos por membros da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos em Portugal contra crianças e adolescentes. As comunicações enviadas para cpc @ capuchinhos.org (remover o espaço antes e depois da @) são automaticamente encaminhados para várias pessoas, entre as quais o Ministro Provincial, o Vigário Provincial e várias pessoas independentes (leigos) que, assim, garantem que nenhuma queixa ficará por investigar.

 

Normas de Conduta

Protocolo sobre Abusos Sexuais de Menores (2018)