Os CTT apresentam esta quinta-feira, dia 31 de outubro, uma emissão filatélica dedicada aos 200 anos da primeira edição integral da “Bíblia de Almeida”, saída do prelo em 1819, da oficina de R. e A. Taylor, em Londres, traduzida por João Ferreira Annes d’Almeida, um português.

Foi a primeira vez que esta Bíblia, com uma tiragem de 5000 exemplares, era publicada num único volume, uma edição simples com uma encadernação em capa dura para aguentar as quase 1200 páginas.

Os dois selos têm como fundo o Mapa mundo, do Album Art History/Quintlox/Fotobanco.pt. Como imagem a sobrepor-se, um dos selos mostra-nos a Bíblia, edição de 1819, de João Ferreira de Almeida, e outro selo a assinatura de João Ferreira de Almeida.

Segundo Timóteo A. J. Cavaco, autor da pagela desta emissão, “«A Bíblia de Almeida» de 1819, produzida a expensas da Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira, fundada na Inglaterra em 1804 e com ação em Portugal desde 1809, representa um marco de assinalável interesse na história das edições bíblicas em língua portuguesa. […] Porém, a novidade da obra de Almeida só se conseguiria compreender inteiramente se recuássemos ainda outros dois séculos para, nesse longínquo século XVII, nesses distantes territórios da Índias Orientais, encontrarmos um adolescente de 14 anos de idade fascinado com essa Palavra milenar do Deus que ainda não falava a nossa língua.”

A emissão é composta por dois selos com o valor facial de 0,53€ e 1,00€ e uma tiragem de 100 000 exemplares. O design esteve a cargo da Elizabete Fonseca, do Atelier Design&etc.

As obliterações de primeiro dia serão feitas nas lojas dos Restauradores em Lisboa, Munícipio II no Porto, Zarco no Funchal e Antero de Quental em Ponta Delgada.

Pedimos a frei Herculano Alves, investigador, especialista em Ferreira d'Almeida, que nos indicasse onde poderemos encontrar mais informações acerca desta edição da Bíblia:

João Ferreira de Almeida, nasceu em Torre de Tavares, distrito de Viseu, e emigrou para o Oriente. Apesar de ser sobrinho de um sacerdote católico, tornou-se protestante calvinista, porque, certamente, estava ao serviço dos holandeses no Oriente asiático.

Acabou de traduzir o Novo Testamento em 1681; mas a Bíblia completa, num só volume, foi editada pelos ingleses, em 1819. Apropriaram-se dela para a espalharem nas colónias portuguesas.

Informação bastante completa sobre esta edição da Bíblia pode ser encontrada em: ALVES, Herculano, A Bíblia de João Ferreira Annes d'Almeida, São Paulo, Lisboa, 2007, pp 348-350.

Próximos Eventos

Mais lidos