De 22 a 25 de Janeiro, o Ministro Provincial, frei Fernando Alberto Pedrosa Cabecinhas, realizou a visita pastoral à Fraternidade de Nossa Senhora do Rosário de Laleia, em Timor-Leste. À sua chegada a Laleia, os irmãos professos e os noviços estavam a postos para o protocolo habitual de boas-vindas.

A abertura da visita fez-se na tarde do dia 22, na celebração da Eucaristia da Fraternidade, presidida pelo Ministro provincial. Lembrou aos irmãos o lema “Ide em frente!”, que dinamiza a Província no presente triénio que se encaminha agora para o seu termo. Depois lembrou que esta visita se realiza num contexto muito próprio para a presença da Ordem em Timor-Leste, que é a passagem da responsabilidade para a Província de Pontianak. Frisou ainda que este passo deve ser enquadrado na reflexão que, na Carta programática do início do triénio, se propõe a nível de Província para o último ano do triénio, sobre o carisma capuchinho em Portugal e Timor-Leste.

A maior parte do tempo da visita foi dedicado ao diálogo pessoal com os irmãos: na manhã do dia 23, com os oito noviços; e na manhã e parte da tarde do dia 24, com os cinco irmãos professos.

Do programa, constou também um encontro com os noviços. Neste encontro, o Ministro provincial motivou-os a ir em frente na sua caminhada formativa e vocacional, no contexto da evocação dos 800 anos do encontro de São Francisco com o Sultão do Egito, do martírio dos primeiros cinco frades em Marrocos e da vocação franciscana de Santo António de Lisboa.

Na manhã do dia 25, o Ministro provincial teve ainda uma reunião com todos os irmãos. Neste momento fraterno de reunião, o Ministro provincial lembrou a importância que a Fraternidade deve dar à formação dos noviços, sem prejuízo dos encargos paroquiais que também lhe estão confiados. Com esse objetivo, sintetizou algumas ideias da Ratio Formationis recentemente promulgada pelo Ministro geral, e que deve ter a sua aplicação também aqui e segundo a realidade de Timor-Leste. Seguiu-se um tempo de diálogo, sobre este e outros temas que dizem respeito à vida dos irmãos e da Fraternidade.

O encerramento da Visita Pastoral aconteceu ao fim da manhã do dia 25, no momento da recitação comunitária da Hora Intermédia, no qual os irmãos professos fizeram a renovação da sua consagração religiosa. Antes de concluir este momento, foi lida a Ata da Visita Pastoral, na qual o Ministro provincial deixou algumas propostas de ação, como encorajamento à consolidação da vocação dos irmãos que constituem aquela fraternidade e do carisma franciscano capuchinho em Timor-Leste.

Presentemente, a Fraternidade de Nossa Senhora do Rosário de Laleia é constituída por 13 irmãos: oito noviços timorenses e cinco irmãos professos, estes de diferentes proveniências: Portugal, Indonésia e Timor-Leste.

Próximos Eventos

Em Destaque