A Custódia dos Irmãos Capuchinhos tem um novo superior e um novo governo para o triénio 2021-2024. Trata-se do Frei Matias Silva, atualmente na Fraternidade da Brava. Foi eleito no dia 29 de julho para o cargo de Ministro Custódio da Ordem naquele país.

A eleição aconteceu na manhã do quarto dia do XIV Capítulo, que decorreu na cidade de Mindelo, onde está situada a Cúria da Ordem religiosa, presente no arquipélago desde 1947.

Frei Matias Silva, sucede ao seu confrade António Fidalgo de Barros, que cessa funções após 2 mandatos de 3 anos.

A Rádio Nova de Maria ouviu as primeiras reações do novo Custódio:

Questionado se há alguma preocupação em termos de orientação no início das suas novas funções, o Frei Matias Silva adiantou o seguinte:

O Frei Matias Silva já tinha sido Custódio dos Capuchinhos de Cabo Verde entre 2002 e 2008, com dois mandatos. Com ele foram também eleitos como Conselheiros os Irmãos Gilson Frede, Walter de Pina, Bernardino Lima e José Barros.

Deste encontro dos filhos de São Francisco espera-se que venham a sair linhas orientadoras para os Capuchinhos nos próximos tempos.

O Capítulo, que decorreu sob o lema “reavivar o carisma para um mundo mais fraterno", contou com a participação de 36 frades de votos perpétuos e foi presidido pelo Padre Provincial da Província de Piemonte (Itália), Frei Roberto Raccagni.

Este XIV Capítulo Ordinário da Custódia dos Irmãos Capuchinhos de Cabo Verde acontece no momento em que a Ordem se prepara para celebrar, em julho do próximo ano, os 75 anos da chegada dos primeiros missionários italianos da província de Turim.

O Capítulo terminou na sexta-feira, dia 30 de julho.

 

Rádio Nova de Maria em Cabo Verde para a Vaticannews | Adapt. Frei Hermano Filipe

 

NOTA: A Província Portuguesa da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos alegra-se com os trabalhos capitulares dos irmãos de Cabo Verde e saúda os irmãos eleitos, desejando-lhes um bom trabalho neste triénio de 2021-2024.