Em Janeiro de 1955, frei Cornélio de San Felices, da Província de Castela, foi nomeado como novo Comissário Geral dos Capuchinhos em Portugal. Logo quis que todo o Comissariado fosse consagrado ao Imaculado Coração da Virgem Santa Maria.

Essa consagração teve lugar no dia 25 de Março de 1955, festa da Anunciação do Senhor, em todas as nossas casas, de acordo com as normas então publicadas no BOLETIM OFICIAL, vol. I, Fev.-Maio, 1955, pág. 25.

Nesse dia, o frei Cornélio, com o frei Mateus do Souto, fez também a consagração do Comissariado ao Imaculado Coração de Maria, ajoelhado aos pés de Nossa Senhora na Capelinha das Aparições da Cova da Iria, em Fátima. Esta consagração iria ser renovada todos os anos no dia 25 de Março.

Mais tarde, passaria a fazer-se essa consagração no dia a seguir ao Sagrado Coração de Jesus e em diversas ocasiões, sempre que os Irmãos se reúnem em Capítulo ou em grandes encontros da Província, usando a fórmula actualmente em vigor.

 

Consagração

ao Imaculado Coração de Maria
Padroeira da Província Portuguesa dos Franciscanos Capuchinhos

 

Salve, Senhora Santa Rainha,
Filha e serva do Rei Altíssimo, o Pai celeste,
mãe do nosso santíssimo Senhor Jesus Cristo,
esposa do Espírito Santo e nossa bendita Mãe!

Em boa hora te escolhemos como Padroeira
e consagrámos a nossa Província
ao teu Coração Imaculado.

Canta connosco o teu ‘Magnificat’,
pelas maravilhas que o Senhor operou
durante estes anos de presença
dos Franciscanos Capuchinhos
nesta Terra de Santa Maria.

Que Deus Todo-Poderoso e rico em misericórdia
nos conceda um coração semelhante ao teu:
um coração sábio e dócil,
para fazermos sempre a sua vontade;
um coração novo e humilde,
para nele imprimir a lei da nova aliança:
amarmo-nos uns aos outros,
como teu Filho Jesus nos amou
e com o teu santo amor de Mãe;
um coração simples e puro,
para que se torne habitação da Trindade Santíssima;
um coração firme e vigilante,
para percorrermos os caminhos do Povo de Deus,
na abertura aos sinais dos tempos
e ao Espírito que tudo renova.

Ensina-nos a seguir os passos de teu Filho,
Nosso Senhor Jesus Cristo,
a exemplo de Francisco e de Clara de Assis
e de todos os Santos da nossa Ordem.

Dá-nos a tua bênção
para contigo sabermos anunciar, celebrar e servir
o Evangelho da Esperança, da paz e do Bem,
para felicidade de todos
e louvor do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Ámen.

 

Liturgia das Horas e Hino

Agenda

Mais lidos