"Nova criatura"

 

LEITURAS:

1ª: Is 66,10-14c Salmo 66/65,1-3a.4-5.6-7a.16 e 20. R/ A terra inteira aclame o Senhor. 2ª: Gl 6,14-18. Evº: Lc 10,1-12.17-20. II Semana do Saltério.

 

UMA IDEIA

A palavra de Deus proposta para o Décimo Quarto Domingo torna presente as maravilhas da Criação. Surge o rio, a torrente transbordante, a verdura, num convite à alegria: «Alegrai-vos [...]. Enchei-vos de júbilo [...]. Alegrar-se-á o vosso coração» (1ª). Há a imagem da seara como referência à missão: «A seara é grande [...]. Pedi ao dono da seara que mande trabalhadores para a sua seara» (evangelho). Cada um de nós é apresentado como «nova criatura» (2ª), convocado para aclamar as maravilhas da natureza com toda a terra: «Aclamai a Deus, terra inteira, cantai a glória do seu nome, [...] dizei a Deus: ‘Maravilhosas são as vossas obras» (salmo). Em tempo de verão, estas imagens ajudam- -nos a perceber a nossa missão de «cuidar da casa comum», promovendo uma «ecologia integral».

 

UM SENTIMENTO

O cristão é «nova criatura» (2ª) em todas as dimensões. Podemos ter a tentação de olhar apenas para vida espiritual e esquecer o nosso compromisso pela Criação. Na Carta Encíclica Laudato si’, sobre o cuidado da Casa Comum, o Papa lembra: «Se pelo simples facto de ser humanas, as pessoas se sentem movidas a cuidar do ambiente de que fazem parte, “os cristãos, em particular, advertem que a sua tarefa no seio da criação e os seus deveres em relação à natureza e ao Criador fazem parte da sua fé”. Por isso é bom, para a humanidade e para o mundo, que nós, crentes, conheçamos melhor os compromissos ecológicos que brotam das nossas convicções» (LS 64). É uma boa leitura para refletir e se comprometer, neste tempo.

Agenda

Últimas notícias

Mais lidos