"Contaram tudo o que Deus fizera com eles"

 

LEITURAS:

1ª: At 14,21b-27. Salmo 145/144,8-13ab. R/ Louvarei para sempre o vosso nome,/ Senhor, meu Deus e meu Rei. 2ª: Ap 21,1-5a. Evº: Jo 13,31-33a.34-35. I Semana do Saltério.

 

UMA IDEIA

As maravilhas de Deus continuam a ser descritas pelos textos bíblicos propostos para este tempo pascal. No Quinto Domingo de Páscoa, a palavra-chave é amor. Boa Nova do amor anunciada a todas as pessoas: «abrira aos gentios a porta da fé» (1ª). Maravilhosa misericórdia que nos salva e «se estende a todas as criaturas» (salmo). Força poderosa do amor que proclama: «Vou renovar todas as coisas» (2ª). Mandamento do amor que antes de nos ser pedido é já praticado por Jesus Cristo: «Como Eu vos amei, amai-vos também uns aos outros» (evangelho). A Igreja é por natureza missionária, a viver e a anunciar o amor misericordioso do Pai.

 

UM SENTIMENTO

Hoje como ontem, os discípulos missionários não atuam por conta própria, numa espécie de mero voluntariado e generosidade, mas são enviados em nome de Jesus Cristo e pela comunidade para anunciar a alegria do Evangelho: «Contaram tudo o que Deus fizera com eles» (1ª). Em Ano Missionário, não podemos esquecer que «do encontro com a Pessoa de Jesus Cristo nasce a Missão que não se baseia em ideias nem em territórios, mas ‘parte do coração’ e dirige-se ao coração, uma vez que são ‘os corações os verdadeiros destinatários da atividade missionária do Povo de Deus’». (Nota Pastoral da CEP, «Todos, Tudo e Sempre em Missão», 7). O coração abre-se ao Amor para o comunicar aos outros!

Próximos Eventos

Mais lidos

  • Semana

  • Mês

  • Todos