“Fomos santificados”

 

LEITURAS:

1ª: Mq 5,1-4a. Salmo 80/79,2ac.3b.15-16.18-19. R/ Senhor nosso Deus, fazei-nos voltar, mostrai-nos o vosso rosto e seremos salvos. 2ª: Heb 10,5-10. Evº: Lc 1,39-45. IV Semana do Saltério

 

UMA IDEIA

A poucos dias do Natal, a Sagrada Escritura faz-nos saborear a visita de Deus. As coisas começam a ficar mais claras. Miqueias anuncia uma nova «reconstrução», após a ruína de Jerusalém. Agora, essa «reconstrução» surgirá a partir de Belém: «de ti sairá aquele que há de reinar» (1ª). Somos convidados a suplicar por esse rei, esse pastor, o próprio Deus: «Vinde em nosso auxílio» (salmo)! Jesus Cristo incarna esse Deus Salvador: oferece-se ao Pai para cumprir a sua vontade. E nós «fomos santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo» (2ª). Ele convida-nos a assumir a mesma disponibilidade. Maria é disso um exemplo: «acreditou no cumprimento de tudo quanto lhe foi dito da parte do Senhor» (evangelho). E nós somos agraciados com a esperança da salvação.

 

UM SENTIMENTO

Deus surpreende, quando tudo parece perdido! Ele está sempre disposto a afugentar o pessimismo e a oferecer uma vida nova. Não nos podemos esquecer que «fomos santificados» (2ª). Para permanecermos na santidade, «precisamos de viver humildemente na presença d’Ele [...]; necessitamos de andar em união com Ele, reconhecendo o seu amor constante na nossa vida. Há que perder o medo desta presença que só nos pode fazer bem. É o Pai que nos deu vida e nos ama muito. [...] Dissemos tantas vezes que Deus habita em nós, mas é melhor dizer que nós habitamos n’Ele, que Ele nos possibilita viver na sua luz e no seu amor. [...] N’Ele, somos santificados» (Papa Francisco, Alegrai-vos e Exultai, 51).

Agenda

Mais lidos