“Saboreai... como o Senhor é bom”

 

LEITURAS:

1ª: Pr 9,1-6. Salmo 34/33,2-3.10-11.12-13.14-15 R/ Saboreai e vede como o Senhor é bom. 2ª: Ef 5, 15-20. Evº: Jo 6,51-58. IV Semana do Saltério

 

UMA IDEIA

Os textos da Escritura desde domingo são sobejamente conhecidos. Vários cânticos entoados nas nossas celebrações fazem eco deles. Não os tomemos como banais! Por isso, talvez seja necessário escutá-los ainda com maior atenção. A palavra de Deus é alimento: é para ser comida. É um convite a degustar a bondade divina. A Sabedoria «pôs a mesa» (1ª). Somos convidados a saborear «como o Senhor é bom» (salmo), a dar graças a Deus, «por tudo e em todo o tempo», com «salmos, hinos e cânticos espirituais» (2ª); e, claro, a alimentarmo-nos de Jesus Cristo para ter «a vida eterna» (evangelho). Na verdade, este é um convite que se repete em cada eucaristia e se renova em cada domingo, o dia do Senhor e dia da Ressurreição.

 

UM SENTIMENTO

Jesus Cristo é quem nos traz a Boa Notícia e nos convida a sentar à mesa da eucaristia em que Ele próprio se nos dá como alimento. Jesus Cristo é a Sabedoria de Deus incarnada que se oferece como pão e vinho (carne e sangue, na terminologia evangélica; corpo e sangue, na formulação eucarística): «Tomai, todos, e comei: isto é o meu corpo»; «Tomai, todos, e bebei: este é o cálice do meu sangue.» E assim a eucaristia é alimento de vida eterna. «O pão e o vinho transformam-se no Corpo e Sangue de Cristo, que Se faz presente no seu caminho pascal para o Pai: este movimento introduz-nos, corpo e alma, no movimento de toda a criação para a sua plenitude em Deus» (Francisco, A Luz da Fé, 44).

 

UMA IMAGEM

Na comunhão alimentamo-nos de Jesus Cristo para ter a vida eterna.

Agenda

Mais lidos

  • Semana

  • Mês

  • Todos