“Basta que tenhas fé”

 

LEITURAS:

1ª: Sb 1,13-15; 2,23-24. Salmo 30/29,2.4.5--6.11.12a.13b. R/ Eu Vos louvarei, Senhor, porque me salvastes. 2ª: 2 Cor 8,7.9.13-15. Evº: Mc 5,21-43. I Sem. Salt.

 

UMA IDEIA

A eucaristia (dominical) celebra sempre o Mistério Pascal de Jesus Cristo que nos salva. Este domingo confirma com insistência o coração da nossa fé: «Deus criou o homem para ser incorruptível e fê-lo à imagem da sua própria natureza» (1ª). Afirmação forte, que é preciso repetir hoje, precisamente com sabedoria, para expressar a nossa fé e anunciar a alegria do Evangelho! «Cantai salmos ao Senhor, vós os seus fiéis, e dai graças ao seu nome santo» (salmo). Deus é festa, Deus é vida, Deus é salvação, Deus é alegria. Aliás, Jesus Cristo «fez-Se pobre» para nos «enriquecer pela sua pobreza» (2ª), livrou-nos da morte para nos dar a vida. Ele várias vezes ofereceu sinais de vida. E dizia: «Não temas; basta que tenhas fé» (evangelho).

 

UM SENTIMENTO

A morte não se afigura como um ponto final ou a meta da nossa existência, pelo menos para quem vive mergulhado no amor. «Ao contrário da morte, o amor, que é o outro nome da vida, não me deixa morrer às primeiras: obriga-me a pensar nas pessoas, nos animais e nas plantas de quem gosto e que vou abandonar. Quando a vida manda mais em mim do que a morte, amo os que me amam, e cresce de repente no meu coração a maré da vida. […] Quando isto sucede, o meu tempo já não é o Tempo Comum mas antes um longo domingo de Páscoa: sinto a presença amorosa de todos os que precisam de mim e d’Aquele de quem eu preciso» (Paulo Varela Gomes). Acredito na vitória do bem e da vida?

 

UMA IMAGEM

Este domingo confirma o coração da nossa fé.

Agenda

Mais lidos

  • Semana

  • Mês

  • Todos