A Comunidade cristã de Nª Sª Mãe dos Homens, com manifestações de vitalidade crescente ao longo destes 60 anos da sua existência, viveu, mais uma vez, uns dias de festa para celebrar a sua padroeira. Este ano coincidiu com a Solenidade de Pentecostes. E podemos dizer que, sob o impulso do Espírito, todos demos realce ao papel de Maria, Mãe dos Homens, na história da salvação, cumprindo o programa atempadamente delineado.

Sexta-feira, dia 18, foi dia de Música com o grande Concerto Mariano, protagonizado pelos Grupos Corais (7) desta comunidade que se fundiram num só para esta efeméride, cantando todas as músicas que cada grupo previamente escolheu e todos prepararam. Escutamos músicas de cariz religioso. Deveriam ser dedicadas exclusivamente a Maria, fazendo jus ao nome deste evento. Mas, tendo em conta a passagem dos 50 anos da ordenação sacerdotal do frei Acílio, foi um concerto à base das músicas do frei Acílio que em breve serão gravadas em DVD. Contamos com a presença interessada do Presidente da Junta da União de Freguesias, de dois vereadores da Câmara Municipal e da presidente das associações culturais e recreativas do Concelho de Gondomar. Foi uma noite de bom nível musical.

No Sábado, dia 19, fez-se a tradicional Procissão de Velas pelas Ruas da cidade. Centenas de pessoas incorporaram-se na procissão logo à partida. Nos passeios das ruas, as pessoas aglomeravam-se com respeito e, alguns, talvez, com curiosidade. Nas janelas e sacadas dos prédios flamejavam as colchas e as velas acesas davam um sinal luminoso muito agradável e significativo, revelando respeito, carinho e fé na passagem da imagem de Nossa Senhora. Momento de alto significado aconteceu na entrada da Imagem de Nossa Senhora no Quartel dos Bombeiros Voluntários de Gondomar. Todo o percurso, desde a entrada até ao corpo do edifício, estava coberto de tapetes feitos com flores e verdes. Dois bombeiros rezaram o 5º mistério em coro com todos os membros da corporação, com o comandante e membros da direcção. No final deste 5º Mistério, o guardião da Fraternidade implorou da Mãe do Céu uma bênção muito especial para todos. A terminar, em frente à Igreja, e antes da bênção final e do cântico do adeus, o frei Fernando Alberto, nosso Ministro provincial, dirigiu a sua mensagem a todos os presentes.

No dia 20, Domingo, houve dois momentos litúrgicos a realçar: a Eucaristia das 11h30, com presidência do Frei Fernando Alberto, e a das 19h00 horas, presidida pelo senhor Bispo auxiliar do Porto, D. António Augusto de Azevedo. Houve momentos de convívio e confraternização na parte da tarde, com a animação de uma Banda de Música.

 

Fotos

Veja mais fotos na página dos Capuchinhos no Facebook

Mais lidos

  • Semana

  • Mês

  • Todos