No passado dia 9 de maio, com muita simplicidade franciscana, foi inaugurado um pequeno espaço para acolher peregrinos com credencial, isto é, para peregrinos que estão a caminho de Santiago de Compostela ou que estão a chegar de lá.

O espaço, com 15 m2, tem o nome de “Refúgio Virgem Peregrina de Fátima”, recuperando-se assim o antigo nome por que era conhecido o “Convento da Virgem Peregrina de Fátima” dos Capuchinhos, hoje, Casa dos Capuchinhos – Centro Bíblico. Apesar de pequeno, é muito acolhedor, conta com um hall de entrada, uma sala com mesa e cadeiras, armário para guardar as mochilas, minibiblioteca e duas camas que, no futuro, deverão vir a ser dois beliches, duplicando a capacidade, e um wc completo. À entrada, para além do logotipo, o peregrino ou visitante pode ler a frase do Papa Francisco: “Maria é a Lua que reflete os raios do Sol da Justiça e nos mostra o caminho do nosso peregrinar”.

A inauguração foi brindada com a presença de dois peregrinos muito especiais, o Aires e a Jacinta. Especiais porque se fazem deslocar numa bicicleta adaptada para a Jacinta que tem uma doença rara. São de Cantanhede e já peregrinaram até Roma, passando por Lurdes, onde receberam aí a confirmação de que iriam ser recebidos pelo Papa Francisco em audiência. O Guardião da Fraternidade de Fátima, Frei João Santos Costa, benzeu o refúgio. O Aires e o Provincial dos Capuchinhos, Frei Fernando Alberto, descerraram a placa em acrílico com o logotipo e a Jacinta cortou a fita e abriu a porta.

Ao frei José Luís foi confiado o serviço de acolhimento dos peregrinos neste “refúgio”, que se apresentem com reserva marcada pelo endereço Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou pelos números 249 539 390 e 249 530 215. Aos peregrinos que usarem este “refúgio” pede-se um donativo voluntário que permitirá a aquisição futura de dois beliches.