Sl 50

Da Biblia Online

50 (49) O VERDADEIRO SACRIFÍCIO

Este salmo é do género literário de uma exortação profética, uma espécie de homilia sobre o cumprimento da lei e da aliança. Aparentemente, a reflexão acontece num contexto litúrgico; mas a intenção é mostrar que não são os rituais e o culto que têm maior valor, mas o espírito com que são vividos. Nisto, o salmo é credor da pregação dos profetas (Is 1,11-17; Jr 6,20; 7,21-23; Os 6,6; Am 5,21-25; Mq 6,6-8). Outro elemento deste salmo, também próprio da literatura profética, é o facto de Deus admoestar o povo como quem o chama a tribunal.


1Salmo de Asaf.
O SENHOR, Deus dos deuses, falou
e convocou os habitantes da terra,
desde o nascente até ao poente.
2De Sião, cheia de beleza,
Deus mostra o seu esplendor.
3O nosso Deus virá e não ficará calado.
À sua frente vem um fogo abrasador,
ao seu redor, a tempestade em fúria.
4Lá do alto, Deus convoca o céu e a terra,
para fazer o julgamento do seu povo:
5«Reuni junto a mim os que me são fiéis,
os que selaram a minha aliança com um sacrifício.»
6Até os céus proclamarão a sua justiça,
porque Deus é quem julga.
7«Escuta, meu povo, sou Eu quem vai falar;
Israel, vou testemunhar contra ti:
Eu sou o Senhor, teu Deus.
8Não te repreendo por causa dos teus sacrifícios;
os teus holocaustos estão sempre na minha presença.
9Não reivindico os novilhos da tua casa,
nem os cabritos dos teus currais;
10pois são meus todos os animais dos bosques,
e os que se encontram nos altos montes.
11Conheço todas as aves do céu
e pertencem-me os répteis do campo.
12Se Eu tivesse fome, não to diria,
pois o mundo é meu e tudo o que ele contém.
13Porventura Eu como a carne dos touros,
ou bebo o sangue dos cabritos?
14Oferece a Deus um sacrifício de louvor
e cumpre as promessas feitas ao Altíssimo.
15Invoca-me no dia da tribulação;
Eu te livrarei e tu me glorificarás.»
16Ao pecador, Deus declara:
«Porque andas sempre a falar da minha lei
e trazes na boca a minha aliança,
17tu que detestas os meus ensinamentos
e rejeitas as minhas palavras?
18Se vês um ladrão, tornas-te amigo dele
e fazes sociedade com os adúlteros.
19Dás largas à tua boca para o mal
e a tua língua tece enganos.
20Sentas-te a falar contra o teu irmão
e difamas o filho da tua própria mãe.
21Tens feito tudo isto. Poderei Eu calar-me?
Pensavas que Eu era igual a ti?
Vou chamar-te a julgamento
e lançar-te tudo isto em rosto!»
22Meditai nisto, vós que esqueceis a Deus,
não aconteça que vos extermine,
sem que ninguém vos possa salvar.
23Honra-me quem oferece o sacrifício de louvor;
a quem anda por este caminho
farei participar da salvação de Deus.



Salmos

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150

Ferramentas pessoais