Sl 49

Da Biblia Online

49 (48) VAIDADE DAS RIQUEZAS

Pode ser considerado sapiencial. De facto, apresenta-se como uma lição: iniciando por uma fórmula destinada a captar a atenção, pretende transmitir o mais puro da sabedoria, com a beleza que a tal tema convém. O essencial da mensagem é que a riqueza não representa nenhuma solução para o problema da morte. O salmista afirma ainda a esperança de que Deus o livre do abismo da morte.


1Ao director do coro. Salmo dos filhos de Coré.
2Ouvi bem isto, povos de toda a terra;
escutai, habitantes do mundo inteiro,
3humildes ou poderosos,
ricos ou pobres, todos juntos.
4A minha boca falará com sabedoria
e do meu coração brotam pensamentos profundos.
5Prestarei atenção ao provérbio dos sábios,
interpretarei o seu sentido ao som da lira.
6Porque hei-de temer os dias maus,
quando me cercar a maldade dos meus inimigos?
7Eles confiam na sua opulência
e vangloriam-se nas suas riquezas.
8Infelizmente, o homem não consegue escapar
nem pagar a Deus o seu resgate.
9O resgate da sua vida é muito caro
e nunca se pagaria o suficiente;
10nunca chegaria para poder viver para sempre,
sem chegar a ver a sepultura.
11Repara que até os sábios morrem,
como morrem os loucos e os insensatos,
deixando aos outros os seus bens.
12O sepulcro será a sua morada para sempre,
a sua habitação por séculos sem fim,
mesmo para os que deram o seu nome a grandes terras!
13O homem que vive na opulência não permanecerá:
é semelhante aos animais que são abatidos.
14Esta é a sorte dos que confiam em si mesmos,
o fim dos que se comprazem nas suas palavras:
15como um rebanho, caminham para o sepulcro,
e a morte será o seu pastor;
no dia seguinte, os justos passam-lhes por cima
e a sua imagem vai-se desvanecendo;
o sepulcro será a sua morada permanente.
16Mas Deus há-de resgatar a minha vida,
há-de arrancar-me ao poder da morte.
17Não te preocupes, se alguém enriquece,
se aumenta a fortuna da sua casa.
18Quando morrer, nada levará consigo;
a sua fortuna não há-de acompanhá-lo.
19Ainda que em vida o tenham lisonjeado:
«Serás famoso, porque és um homem rico»,
20há-de juntar-se na morte aos antepassados,
que jamais verão a luz.
21O homem que vive na opulência e não reflecte
é semelhante aos animais que são abatidos.



Salmos

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150

Ferramentas pessoais