Sl 44

Da Biblia Online

44 (43) ELEGIA NACIONAL(74; 79; 102)

Salmo colectivo de súplica. Compõe-se de um hino, lembrando as maravilhas realizadas por Deus em favor dos antepassados (v.2-9), uma lamentação por desastres que deixaram toda a nação envergonhada diante dos outros povos (v.10-17) e um protesto suplicante, porque o povo considera que não é merecedor de tal abandono por parte de Deus (v.18-27).


1Ao director do coro. Poema dos filhos de Coré.
2Ó Deus, com os nossos ouvidos ouvimos,
os nossos pais nos contaram
os prodígios que fizeste nos seus dias, em tempos passados.
3Com a tua mão expulsaste povos
e estabeleceste o teu povo na terra que fora de outros;
castigaste as outras nações
e fizeste-os prosperar a eles.
4Não foi com a espada que conquistaram a terra,
não foi o seu braço que lhes trouxe a vitória;
mas foi a tua direita, a força do teu braço,
foi a luz da tua presença,
porque lhes tinhas amor.
5Ó Deus, Tu és o meu rei!
Tu deste a vitória a Jacob.
6Contigo vencemos os nossos inimigos,
no teu nome esmagámos os nossos opressores.
7Não confio no meu arco
e a minha espada não me salvará.
8Tu nos livraste dos nossos inimigos
e confundiste os que nos odiavam.
9A toda a hora te louvaremos, ó Deus,
e celebraremos o teu nome para sempre.
10Contudo, rejeitaste-nos e cobriste-nos de vergonha;
já não acompanhas os nossos exércitos.
11Fizeste-nos recuar diante dos inimigos
e os que nos odeiam saquearam-nos à vontade.
12Entregaste-nos como ovelhas para o matadouro,
dispersaste-nos entre os pagãos.
13Vendeste o teu povo por um preço irrisório
e pouco lucraste com essa venda.
14Fizeste de nós o opróbrio dos nossos vizinhos,
a irrisão e o desprezo dos que nos rodeiam.
15Fizeste de nós objecto de escárnio para os pagãos,
os povos abanam a cabeça, troçando de nós.
16A minha ignomínia está sempre diante de mim
e a vergonha cobre-me o rosto,
17ao ouvir os insultos e as afrontas,
à vista dos inimigos e opressores.
18Tudo isto nos aconteceu, sem nos termos esquecido de ti,
sem termos traído a tua aliança,
19sem o nosso coração te abandonar,
nem os nossos pés se afastarem do teu caminho.
20Contudo, Tu nos esmagaste na região das feras
e nos envolveste em profundas trevas.
21Se tivéssemos esquecido o nome do nosso Deus
e estendido as mãos para um deus estranho,
22porventura não teria Deus dado por isso?
Pois Ele conhece os segredos do nosso coração.
23Por causa de ti, estamos todos os dias expostos à morte;
tratam-nos como ovelhas para o matadouro.
24Desperta, Senhor, porque dormes?
Desperta e não nos rejeites para sempre!
25Porque escondes a tua face
e te esqueces da nossa miséria e tribulação?
26A nossa alma está prostrada no pó,
e o nosso corpo, colado à terra.
27Levanta-te! Vem em nosso auxílio;
salva-nos, pela tua bondade!



Salmos

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150

Ferramentas pessoais