Sl 141

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

141 (140) ORAÇÃO CONTRA OS TENTADORES

Salmo individual de súplica. As queixas, que deviam ser referidas nos v.5-7, não são claramente perceptíveis. Os autores detectam analogias entre o hebraico deste salmo e a língua fenícia, podendo a sua composição ser de época antiga, quando a relação com os fenómenos era mais tranquilamente aceite.


1Salmo de David.
Por ti eu clamo, SENHOR: vem depressa socorrer-me!
Escuta a minha voz, quando te invoco.
2Suba junto de ti a minha oração como incenso,
e as minhas mãos erguidas como oferenda da tarde.
3SENHOR, põe uma sentinela de guarda à minha boca,
defende a porta dos meus lábios.
4Não me deixes escorregar para a maldade
nem praticar a iniquidade com os ímpios,
nem tomar parte em seus lautos banquetes.
5Castigue-me o justo e repreenda-me com misericórdia;
mas que o óleo do pecador nunca me perfume a cabeça.
Não cessarei de orar contra os seus malefícios.
6Os seus chefes foram lançados contra o rochedo,
mesmo ouvindo as minhas palavras verdadeiras.
7Como em terra que é cavada e lavrada,
os seus ossos dispersos foram engolidos pelo Abismo.
8Para ti, SENHOR, se voltam os meus olhos;
em ti me refugio, não me abandones.
9Protege-me do laço que me estenderam;
livra-me das intrigas dos que praticam o mal.
10Que os ímpios caiam nas suas próprias armadilhas
e que eu possa passar ileso.



Salmos

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150