Sl 104

Da wiki Biblia Online
Revisão em 10h06min de 10 de dezembro de 2007 por Hermano (Discussão | contribs) (revisões)
(dif) ← Revisão anterior | Revisão atual (dif) | Revisão seguinte → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

104 (103) HINO AO CRIADOR DO UNIVERSO (8; Sir 43)

Hino e meditação. Descreve o cuidado e a atenção com que Deus governa este universo em que decorre a vida humana, dia a dia. Partilha alguns dos temas da criação que se prolonga no nascer e morrer de cada dia. Este tema da vida quotidiana integrada na fé em Deus é uma categoria básica da experiência humana que se espelha nas culturas do Médio Oriente Antigo. Por isso, este salmo tem textos análogos aos das literaturas da época. Um hino muito semelhante é o que o faraó Amenófis IV do Egipto dedicou ao Sol, Aton.


1Bendiz, ó minha alma, o SENHOR!
SENHOR, meu Deus, como Tu és grande!
Estás revestido de esplendor e majestade!
2Estás envolto num manto de luz
e estendeste os céus como um véu.
3Fixaste sobre as águas a tua morada,
fazes das nuvens o teu carro,
caminhas sobre as asas do vento.
4Fazes dos ventos teus mensageiros,
e dos relâmpagos, teus ministros.
5Fundaste a terra sobre bases sólidas,
ela mantém-se inabalável para sempre.
6Tu a cobriste com o manto do abismo
e as águas cobriram as montanhas;
7mas, à tua ameaça, elas fugiram,
ao fragor do teu trovão, estremeceram.
8Ergueram-se as montanhas, cavaram-se os vales
nos lugares que lhes determinaste.
9Puseste limites às águas, para não os ultrapassarem,
e nunca mais voltarem a cobrir a terra.
10Transformas as fontes em rios,
que serpenteiam entre as montanhas.
11Eles dão de beber a todos os animais selvagens,
neles matam a sede os veados dos montes.
12Os pássaros do céu vêm morar nas suas margens;
ali chilreiam entre a folhagem.
13Das tuas altas moradas regas as montanhas;
com a bênção da chuva sacias a terra.
14Fazes germinar a erva para o gado
e as plantas úteis para o homem,
para que da terra possa tirar o seu alimento:
15o vinho, que alegra o coração do homem,
o azeite, que lhe faz brilhar o rosto,
e o pão, que lhe robustece as forças.
16Matam a sua sede as árvores do SENHOR,
os cedros do Líbano que Ele plantou.
17Nelas fazem ninho as aves do céu;
a cegonha constrói a sua casa nos ciprestes.
18Os altos montes são abrigo para as cabras,
e os rochedos, para os animais roedores.
19A Lua cumpre as várias estações
e o Sol conhece o seu ocaso.
20Tu estendes as trevas e faz-se noite,
nela vagueiam todos os animais da selva.
21Rugem os leões em busca da presa,
pedindo a Deus o seu alimento.
22Mas, ao nascer do Sol, logo se retiram,
para se recolherem nos seus covis.
23Então o homem sai para o trabalho
e moureja até anoitecer.
24SENHOR, como são grandes as tuas obras!
Todas elas são fruto da tua sabedoria!
A terra está cheia das tuas criaturas!
25Lá está o mar, grande e vasto,
onde se agitam inúmeros seres,
animais grandes e pequenos.
26Nele passam os navios e ainda o Leviatan,
monstro que Tu criaste, para ali brincar.
27Todos esperam de ti
que lhes dês comida a seu tempo.
28Dás-lhes o alimento, que eles recolhem,
abres a tua mão e saciam-se do que é bom.
29Se deles escondes o rosto, ficam perturbados;
se lhes tiras o alento, morrem
e voltam ao pó donde saíram.
30Se lhes envias o teu espírito, voltam à vida.
E assim renovas a face da terra.
31Glória ao SENHOR por toda a eternidade!
Que o SENHOR se alegre em suas obras!
32Ele olha para a terra e ela estremece,
toca nos montes e eles fumegam.
33Cantarei ao SENHOR, enquanto viver;
louvarei o meu Deus, enquanto existir.
34Que o meu cântico lhe seja agradável,
pois no SENHOR encontro a minha alegria.
35Desapareçam da terra os pecadores!
Os ímpios deixem de existir!
Bendiz, ó minha alma, o SENHOR!
Aleluia!



Salmos

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150