Sl 101

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

101 (100) DESCRIÇÃO DO REI IDEAL (72; 2 Sm 23,1-7)

É considerado um salmo real, apesar de nenhuma das suas expressões ser exclusivamente ligada à realeza; uma espécie de declaração de princípios destinados a guiar a conduta do rei como figura central e modelar da ética colectiva. Esta oração tinha provavelmente lugar numa cerimónia litúrgica. O texto, espelhando uma sociedade ideal, consente ressonâncias messiânicas. O ritmo literário de elegia sugere uma composição tardia.


1De David. Salmo.
Quero cantar o amor e a justiça;
para ti, SENHOR, hei-de cantar.
2Quero seguir pelos caminhos da honestidade:
quando virás ao meu encontro?
Procederei honestamente com os da minha casa.
3Não porei diante dos meus olhos acções iníquas;
odeio os caminhos dos que praticam o mal;
não me deixarei contagiar por eles.
4Longe de mim, o coração perverso;
não quero saber do homem mau.
5Hei-de reduzir ao silêncio
o que, às ocultas, calunia o seu semelhante;
não hei-de tolerar o arrogante e orgulhoso de coração.
6O meus olhos procurarão gente fiel do meu país,
para viver junto de mim;
só aquele que segue pelo caminho honrado
poderá estar ao meu serviço.
7O homem fraudulento não habitará em minha casa;
o mentiroso não terá assento junto de mim.
8Cada manhã hei-de julgar severamente
todos os ímpios deste país,
para exterminar da cidade do SENHOR
todos os malfeitores!



Salmos

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150