Mt 12

Da Biblia Online

Jesus e o sábado (Mc 2,23-28; Lc 6,1-5) - 1Em certa ocasião, Jesus passava, num dia de sábado, através das searas. Os seus discípulos, que tinham fome, começaram a arrancar espigas e a comê-las. 2Ao verem isso, os fariseus disseram-lhe: «Aí estão os teus discípulos a fazer o que não é permitido ao sábado!» 3Mas Ele respondeu-lhes:

«Não lestes o que fez David, quando sentiu fome, ele e os que estavam com ele? 4Como entrou na casa de Deus e comeu os pães da oferenda, que não lhe era permitido comer, nem aos que estavam com ele, mas unicamente aos sacerdotes? 5E nunca lestes na Lei que, ao sábado, no templo, os sacerdotes violam o sábado e ficam sem culpa?6Ora, Eu digo-vos que aqui está quem é maior que o templo. 7E, se compreendêsseis o que significa: Prefiro a misericórdia ao sacrifício, não teríeis condenado estes que não têm culpa. 8O Filho do Homem até do sábado é Senhor.»


Cura da mão paralisada (Mc 3,1-6; Lc 6,6-11) - 9Dali, dirigiu-se à sinagoga e entrou. 10Encontrava-se lá um homem que tinha uma das mãos paralisada, e eles fizeram-lhe esta pergunta, a fim de o poderem acusar: «Será permitido curar, ao sábado?» 11Mas Ele perguntou-lhes: «Qual de vós, se tiver uma ovelha e ela cair ao sábado num fosso, não a vai agarrar e tirar de lá? 12Ora, um homem não vale muito mais que uma ovelha? Por isso, é permitido praticar o bem, ao sábado.» 13Então, disse ao homem: «Estende a tua mão.» Ele estendeu-a, e a mão tornou-se sã como a outra.

14Os fariseus, saindo dali, reuniram-se em conselho contra Jesus, a fim de o matarem.


Jesus, Servo de Javé - 15Quando soube disso, Jesus afastou-se dali. Muitos seguiram-no e Ele curou-os a todos, 16ordenando-lhes que o não dessem a conhecer. 17Assim se cumpriu o que fora anunciado pelo profeta Isaías:

18Aqui está o meu servo, que escolhi,
o meu amado,
em quem a minha alma se deleita.
Derramarei sobre Ele o meu espírito,
e Ele anunciará a minha vontade aos povos.
19Não discutirá nem bradará,
e ninguém ouvirá nas praças a sua voz.
20Não há-de quebrar a cana fendida,
nem apagar a mecha que fumega,
até conduzir a minha vontade à vitória.
21E, no seu nome, hão-de esperar os povos!


Jesus e Belzebu (Mc 3,22-30; Lc 11,14-23; 12,10) - 22Trouxeram-lhe, então, um possesso cego e mudo; Jesus curou-o, de modo que o cego começou a falar e a ver. 23E a multidão admirava-se e dizia: «Não será este o Filho de David?» 24Mas, ao ouvir isto, os fariseus disseram: «Ele não expulsa os demónios senão por Belzebu, chefe dos demónios.»

25Conhecendo os seus pensamentos, Jesus respondeu-lhes: «Todo o reino, dividido contra si mesmo, fica devastado; e toda a cidade ou casa, dividida contra si mesma, não poderá subsistir. 26Ora, se Satanás expulsa Satanás, está dividido contra si mesmo: como há-de subsistir o seu reino? 27E, se Eu expulso os demónios por Belzebu, por quem os expulsam, então, os vossos discípulos? Por isso, eles próprios serão os vossos juízes. 28Mas, se é pelo Espírito de Deus que Eu expulso os demónios, então chegou até vós o Reino de Deus. 29Ou como pode alguém entrar em casa de um homem forte e apoderar-se dos seus haveres, sem primeiro o amarrar? Só então poderá saquear-lhe a casa.

30Quem não está comigo, é contra mim; e quem não junta comigo, desperdiça. 31Por isso vos digo: Todo o pecado ou blasfémia será perdoado aos homens, mas a blasfémia contra o Espírito não lhes será perdoada. 32E, se alguém disser alguma palavra contra o Filho do Homem, há-de ser-lhe perdoado; mas, se falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste mundo nem no futuro.»


A árvore e seus frutos (7,16-20; Lc 6,43-45) - 33«Ou admitis que a árvore é boa e o seu fruto será bom, ou admitis que a árvore é má e o seu fruto será mau. Porque pelo fruto se conhece a árvore. 34Raça de víboras! Como podeis falar de coisas boas, se sois maus? Porque a boca fala da abundância do coração. 35O homem bom, do seu bom tesouro, tira coisas boas; e o homem mau, do seu mau tesouro, tira coisas más. 36Ora, Eu digo-vos: de toda a palavra ociosa que os homens disserem, prestarão contas no dia do juízo. 37Porque pelas tuas palavras serás justificado e pelas tuas palavras serás condenado.»


Sinal de Jonas (Mc 8,11-12; Lc 11,29-32) - 38Intervieram, então, alguns doutores da Lei e fariseus, que lhe disseram: «Mestre, queremos ver um sinal feito por ti.»

39Ele respondeu-lhes: «Geração má e adúltera! Reclama um sinal, mas não lhe será dado outro sinal, a não ser o do profeta Jonas. 40Assim como Jonas esteve no ventre do monstro marinho, três dias e três noites, assim o Filho do Homem estará no seio da terra, três dias e três noites.

41No dia do juízo, os habitantes de Nínive hão-de levantar-se contra esta geração para a condenar, porque fizeram penitência quando ouviram a pregação de Jonas. Ora, aqui está quem é maior do que Jonas! 42No dia do juízo, a rainha do Sul há-de levantar-se contra esta geração para a condenar, porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. Ora, aqui está alguém que é maior do que Salomão!»


Riscos de recaída (Lc 11,24-26) - 43«Quando o espírito maligno sai de um homem, vagueia por sítios áridos, em busca de repouso, e não o encontra. 44Diz então: ‘Voltarei para a minha casa, donde saí.’ E, ao chegar, encontra-a livre, varrida e arrumada. 45Vai, toma outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, instalam-se nela. E o estado final daquele homem torna-se pior do que o primeiro. Assim acontecerá também a esta geração má.»


A família de Jesus (Mc 3,31-35; Lc 8,19-21) - 46Estava Ele ainda a falar à multidão, quando apareceram sua mãe e seus irmãos, que, do lado de fora, procuravam falar-lhe.

47Disse-lhe alguém: «A tua mãe e os teus irmãos estão lá fora e querem falar-te.» 48Jesus respondeu ao que lhe falara: «Quem é a minha mãe e quem são os meus irmãos?»

49E, indicando com a mão os discípulos, acrescentou: «Aí estão minha mãe e meus irmãos; 50pois, todo aquele que fizer a vontade de meu Pai que está no Céu, esse é que é meu irmão, minha irmã e minha mãe.»



Capítulos

Mt 1 Mt 2 Mt 3 Mt 4 Mt 5 Mt 6 Mt 7 Mt 8 Mt 9 Mt 10 Mt 11 Mt 12 Mt 13 Mt 14 Mt 15 Mt 16 Mt 17 Mt 18 Mt 19 Mt 20 Mt 21 Mt 22 Mt 23 Mt 24 Mt 25 Mt 26 Mt 27 Mt 28

Ferramentas pessoais