Gn 39

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

José no Egipto1José foi levado para o Egipto e Potifar, um egípcio, eunuco do faraó e chefe dos guardas, comprou-o aos ismaelitas que para lá o tinham conduzido. 2O SENHOR estava com José, que veio a ser um homem afortunado, sendo admitido na casa do seu senhor egípcio. 3O seu senhor viu que o SENHOR estava com ele e que fazia prosperar todas as obras das suas mãos. 4José obteve a sua benevolência, tornando-se seu servidor; Potifar pô-lo à frente da sua casa e confiou-lhe tudo o que possuía. 5A partir do momento em que o pôs à frente da sua casa e de todos os seus negócios, o SENHOR abençoou a casa do egípcio, por causa de José; e a bênção divina estendeu-se sobre todos os seus bens, tanto em casa como nos campos. 6Então, abandonou tudo o que possuía nas mãos de José e não se ocupou com mais nada, a não ser com o pão que comia.


José seduzido e preso – Ora José era esbelto de corpo e belo de rosto. 7E aconteceu que, depois de tudo isto, a mulher do seu senhor lançou os olhos sobre José e disse-lhe: «Dorme comigo.» 8José recusou, dizendo à mulher do seu senhor: «Sabe que o meu senhor não me pede contas de nada da sua casa e que entregou nas minhas mãos todos os seus negócios; 9não há ninguém maior do que eu nesta casa, e ele não me proibiu coisa alguma, excepto tu, porque és sua esposa; como poderei cometer uma tão grande falta e assim ofender a Deus?»

10Apesar de ela repetir o convite todos os dias a José, este não acedeu aos seus desejos e não se aproximou dela. 11Mas um dia, numa dessas ocasiões, ao entrar em casa para fazer o seu trabalho, não se encontrando ali ninguém, 12ela segurou-o pelo manto, dizendo: «Vem, comigo.» José abandonou o manto na mão dela, e fugiu para fora. 13Quando ela viu que lhe deixara o manto na mão e que fugira, 14gritou pela gente da casa e disse-lhes: «Vede! Trouxeram-nos um hebreu para se rir de nós! Aproximou-se de mim para se deitar comigo e tive de gritar bem alto. 15Quando me ouviu levantar a voz pedindo ajuda, deixou o manto junto de mim e fugiu para fora.» 16Depois guardou o manto de José junto dela, até que o seu amo regressasse a casa. 17E repetiu-lhe a mesma história, dizendo: «O escravo hebreu que nos trouxeste aproximou-se para abusar de mim. 18Depois, como gritei, deixou o manto junto de mim e fugiu para fora.»

19Quando o amo de José ouviu a exposição feita por sua mulher, a qual dizia: «Aqui está o que me fez o teu escravo», enfureceu-se. 20O senhor de José mandou-o agarrar e fecharam-no na prisão, onde estavam detidos os prisioneiros do rei. E José ficou na prisão.

21O SENHOR estava com José, tornou-o estimado e fê-lo obter as boas graças do governador da prisão. 22O governador confiou-lhe todos os prisioneiros, que estavam na prisão, e tudo o que ali se fazia era dirigido por ele. 23O governador não examinava coisa alguma do que lhe confiara, porque o SENHOR estava com ele; e o SENHOR fazia com que fosse bem sucedido em tudo o que empreendia.



Capítulos

Gn 1 Gn 2 Gn 3 Gn 4 Gn 5 Gn 6 Gn 7 Gn 8 Gn 9 Gn 10 Gn 11 Gn 12 Gn 13 Gn 14 Gn 15 Gn 16 Gn 17 Gn 18 Gn 19 Gn 20 Gn 21 Gn 22 Gn 23 Gn 24 Gn 25 Gn 26 Gn 27 Gn 28 Gn 29 Gn 30 Gn 31 Gn 32 Gn 33 Gn 34 Gn 35 Gn 36 Gn 37 Gn 38 Gn 39 Gn 40 Gn 41 Gn 42 Gn 43 Gn 44 Gn 45 Gn 46 Gn 47 Gn 48 Gn 49 Gn 50