Gn 27

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Isaac abençoa Jacob (22,15-18; 26,2-5) – 1Isaac estava velho e os seus olhos enfraqueceram-se tanto que já não via. Chamou Esaú, seu primogénito, e disse-lhe: «Meu filho!» Ele respondeu: «Aqui estou.» 2Isaac disse: «Como vês, estou velho e desconheço qual será o dia da minha morte. 3Peço-te que tomes as tuas armas, a aljava e o arco, vás para o campo e, quando tiveres caçado alguma coisa, 4faz-me um guisado suculento como eu gosto e traz-mo para eu comer, a fim de te abençoar antes de morrer.»

5Ora, Rebeca estava à escuta e ouviu o que Isaac dizia a Esaú, seu filho. E Esaú foi para o campo caçar alguma coisa, para depois trazer ao pai.

6Rebeca disse a Jacob, seu filho: «Acabo de ouvir teu pai a dizer ao teu irmão Esaú o seguinte: 7‘Vai caçar alguma coisa para mim e faz-me um guisado suculento, para eu comer. Depois, quero abençoar-te diante do SENHOR, antes de morrer.’

8Agora, meu filho, escuta bem o que te vou dizer: 9Vai buscar ao rebanho dois cabritos gordos e traz-mos. Eu farei com eles um prato suculento para o teu pai, como ele gosta. 10Levá-lo-ás para o teu pai comer e, assim, te abençoar antes de morrer.»

11Jacob respondeu à sua mãe Rebeca: «Mas Esaú, meu irmão, é um homem peludo, e eu não tenho pêlo algum. 12Se acontecer que meu pai me toque, passarei a seus olhos por mentiroso e atrairei sobre mim uma maldição em vez de uma bênção.»

13A mãe replicou: «Que essa maldição recaia sobre mim, meu filho. Ouve o que te digo; e vai buscar o que te disse.» 14Jacob foi e trouxe os dois cabritos à sua mãe, que fez um prato suculento, como o pai gostava. 15E Rebeca escolheu as mais belas roupas de Esaú, seu filho mais velho, as mais belas que tinha em casa, e vestiu-as a Jacob, seu filho mais novo. 16Depois, cobriu-lhe as mãos e o pescoço, que não tinham pêlos, com a pele dos cabritos, 17e colocou nas mãos de Jacob, seu filho, o guisado suculento e o pão, que ela preparara.

18Jacob foi ter com o pai e disse-lhe: «Meu pai!» Isaac respondeu: «Estou aqui.» «Mas quem és tu, meu filho?» 19Jacob respondeu a seu pai: «Sou Esaú, teu primogénito; fiz o que me pediste. Peço-te, pois, que te levantes, que te sentes e comas da minha caça, a fim de me abençoares.» 20Isaac disse: «Como pudeste encontrar caça tão depressa, meu filho?» E Jacob respondeu: «Porque o SENHOR, teu Deus, trouxe-a para diante de mim.» 21Isaac disse a Jacob: «Anda, aproxima-te para eu te tocar, meu filho, e ver se és realmente o meu filho Esaú ou não.»

22Jacob aproximou-se de Isaac, seu pai, que o tocou e disse: «A voz é a voz de Jacob, mas as mãos são as de Esaú.» 23Ele não o reconheceu por estarem as suas mãos peludas como as do seu irmão Esaú. Dispôs-se a abençoá-lo, 24mas ainda voltou a perguntar-lhe: «És, na verdade, o meu filho Esaú?» Jacob respondeu: «Sim.» 25Isaac disse: «Serve-me a tua caça, para que eu coma e te abençoe.» Jacob serviu-o e ele comeu; levou-lhe também vinho e ele bebeu. 26Então, Isaac, seu pai, disse-lhe: «Aproxima-te, meu filho, e dá-me um beijo.»

27Jacob aproximou-se e beijou-o. E, ao sentir a fragrância das suas roupas, Isaac abençoou-o, dizendo:

«Sim! O odor do meu filho é como odor de um campo abençoado pelo SENHOR.
28Que Deus te conceda
o orvalho do céu e a fertilidade da terra,
trigo e mosto em abundância!
29Que os povos te sirvam
e as nações se prostrem na tua presença!
Sê o senhor dos teus irmãos;
diante de ti se curvem os filhos da tua mãe!
Maldito seja quem te amaldiçoar,
e bendito seja quem te abençoar.»


Regresso de Esaú30Mal Isaac acabara de abençoar Jacob, e Jacob se tinha retirado da presença do pai, Esaú regressou da caça. 31Preparou também um guisado suculento e levou-o ao pai, dizendo-lhe: «Levanta-te, meu pai, e come a caça do teu filho, para me abençoares.» 32Isaac, seu pai, perguntou-lhe: «Quem és tu?» Ele respondeu: «Sou Esaú, teu filho primogénito.»

33Isaac, dominado por fortíssima emoção, disse: «Quem foi então que me trouxe a caça que eu comi antes de chegares? Abençoei-o e, portanto, ficará abençoado.» 34Ao ouvir tais palavras do pai, Esaú começou a gritar e a chorar amargamente e disse-lhe: «Abençoa-me também a mim, meu pai!» Isaac disse: 35«O teu irmão veio astuciosamente e recebeu a tua bênção.» 36Esaú disse-lhe: «É por se chamar Jacob que já me venceu duas vezes? Apoderou-se do meu direito de primogenitura e agora apodera-se da minha bênção!» E acrescentou: «Não tens nenhuma bênção para mim?»

37Isaac respondeu-lhe: «Fiz dele o teu senhor, dei-lhe todos os seus irmãos como servos e entreguei-lhe o trigo e o mosto. Que posso eu fazer agora por ti, meu filho?» 38Esaú disse ao pai: «Tens apenas uma bênção, meu pai? Abençoa-me também, meu pai.» E começou a chorar. 39Isaac, respondeu-lhe:

«A tua casa será privada
da fertilidade da terra e do orvalho que desce dos céus.
40Viverás da tua espada
e servirás o teu irmão,
mas, nas tuas andanças de vagabundo,
afastarás o seu jugo do teu pescoço.»

41Esaú concebeu profunda aversão a Jacob, mercê da bênção que o pai lhe dera, e disse no seu coração: «Estão próximos os dias de luto por meu pai, e então matarei meu irmão Jacob.» 42Rebeca foi informada das palavras de Esaú, seu filho mais velho. Ela mandou chamar Jacob, seu filho mais novo, e disse-lhe: «O teu irmão Esaú quer vingar-se de ti, matando-te. 43Escuta-me, pois, meu filho, e foge depressa para junto de Labão, meu irmão, em Haran. 44Fica em casa dele durante algum tempo, o suficiente para acalmar o furor do teu irmão, 45até que a cólera do teu irmão se afaste para longe de ti. Quando ele estiver apaziguado e se tiver esquecido do que lhe fizeste, mandar-te-ei buscar. Porque haveria eu de ser privada dos meus dois filhos, num único dia?»

Jacob enviado à Mesopotâmia (24; 29,1-20) – 46Rebeca disse a Isaac: «Estou desgostosa da vida por causa das filhas dos hititas. Se Jacob casar com uma mulher como aquelas, entre as filhas dos hititas, de que me serve viver?»



Capítulos

Gn 1 Gn 2 Gn 3 Gn 4 Gn 5 Gn 6 Gn 7 Gn 8 Gn 9 Gn 10 Gn 11 Gn 12 Gn 13 Gn 14 Gn 15 Gn 16 Gn 17 Gn 18 Gn 19 Gn 20 Gn 21 Gn 22 Gn 23 Gn 24 Gn 25 Gn 26 Gn 27 Gn 28 Gn 29 Gn 30 Gn 31 Gn 32 Gn 33 Gn 34 Gn 35 Gn 36 Gn 37 Gn 38 Gn 39 Gn 40 Gn 41 Gn 42 Gn 43 Gn 44 Gn 45 Gn 46 Gn 47 Gn 48 Gn 49 Gn 50