Ap 6

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Abertura dos seis primeiros selos - 1Depois, na visão, quando o Cordeiro abriu o primeiro dos sete selos, ouvi um dos quatro seres viventes que dizia com voz de trovão: «Vem!» 2E vi que apareceu um cavalo branco; o cavaleiro levava um arco e foi-lhe dada uma coroa. Depois, partiu vencedor para novas vitórias.

3Quando Ele abriu o segundo selo, ouvi o segundo vivente que dizia: «Vem!» 4E saiu outro cavalo, que era vermelho; e ao cavaleiro foi dado o poder de retirar a paz da terra e de fazer com que os homens se matassem uns aos outros. Foi-lhe dada, igualmente, uma grande espada.

5Quando Ele abriu o terceiro selo, ouvi o terceiro ser vivente que dizia: «Vem!» Na visão apareceu um cavalo negro. O cavaleiro tinha na mão uma balança. 6E ouvi algo semelhante a uma voz no meio dos quatro seres viventes que dizia:

«Uma medida de trigo por um dinheiro
e três medidas de cevada por um dinheiro.
Mas não estragues o azeite nem o vinho.»

7E, quando Ele abriu o quarto selo, ouvi a voz do quarto ser vivente que dizia: «Vem!» 8Na visão apareceu um cavalo esverdeado. O cavaleiro chamava-se «Morte»; e o «Abismo» seguia atrás dele. Foi-lhes dado poder sobre a quarta parte da terra, para matar pela espada, pela fome, pela morte e pelas feras da terra.

9E, quando Ele abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que tinham sido mortos, por causa da Palavra de Deus e por causa do testemunho que deram. 10E clamavam em alta voz:

«Tu, que és o Poderoso,
o Santo, o Verdadeiro!
Até quando esperarás para julgar
e tirar vingança do nosso sangue
sobre os habitantes da terra?»

11Foi dada a cada um uma veste branca e foi-lhes dito que esperassem ainda um pouco, até que se completasse o número dos seus companheiros de ministério e dos seus irmãos que iam ser mortos, como eles.

12E, quando Ele abriu o sexto selo, houve um grande terramoto e o Sol tornou-se negro, como um pano de crinas, e toda a Lua ficou como sangue. 13As estrelas caíram do céu à terra, como os figos verdes caem de uma figueira sacudida por um furacão. 14O céu foi afastado, como um livro que se enrola e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. 15Os reis da terra, os poderosos, os generais, os ricos, os fortes, todos, escravos e livres, se esconderam nas cavernas e nos rochedos das montanhas; 16e diziam às montanhas e aos rochedos:

«Caí sobre nós e escondei-nos da face daquele que está sentado no trono, e da cólera do Cordeiro. 17Porque chegou o grande dia da sua cólera; e, quem poderá resistir?»



Capítulos

Ap 1 Ap 2 Ap 3 Ap 4 Ap 5 Ap 6 Ap 7 Ap 8 Ap 9 Ap 10 Ap 11 Ap 12 Ap 13 Ap 14 Ap 15 Ap 16 Ap 17 Ap 18 Ap 19 Ap 20 Ap 21 Ap 22