2 Cr 29

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Reinado de Ezequias em Judá (716-687) (2 Rs 18,1-3) – 1Eze­quias tinha vinte e cinco anos quando começou a reinar e rei­nou vinte e nove anos em Jerusa­lém. Sua mãe chamava-se Abias, filha de Zacarias. 2Praticou o bem aos olhos do Senhor, como David, seu pai.


Purificação do templo3No pri­meiro mês do primeiro ano do seu reinado, reabriu as portas do tem­plo do Senhor, depois de as ter re­parado. 4Convocou os sacerdotes e os levitas e reuniu-os na praça orien­tal. 5Disse-lhes: «Escutai-me, levitas. Santificai-vos, agora, e puri­ficai o tem­plo do Senhor, Deus de vossos pais, de toda a imundície, 6porque os nossos pais prevarica­ram, fizeram o mal diante do Senhor, nosso Deus; abandonaram-no, des­via­ram os olhos da sua morada, voltaram-lhe as cos­tas. 7Trancaram mesmo as portas do vestíbulo, extinguiram as lâmpa­das, não mais queimaram incenso e suprimiram os holocaustos no santuá­rio do Deus de Israel. 8Por isso, a ira do Senhor inflamou-se contra Judá e Jerusa­lém, entregou-os à deso­la­ção e fez deles objecto de espanto e zombaria, como estais a ver com os vossos próprios olhos. 9que os nossos pais pereceram ao fio da es­pada, e as nossas filhas, os nossos filhos e as nossas mulheres estão no c Eis ati­vei­ro por causa disso. 10Agora, resolvi fazer uma aliança com o Se­nhor, Deus de Israel, para que nos poupe do ardor da sua ira. 11Ora, meus fi­lhos, não sejais negligentes, por­que foi a vós que o Senhor escolheu para que estivésseis diante dele, o ser­vís­seis e lhe oferecêsseis incenso.»


Reforma religiosa12Levanta­ram-se, então, os seguintes levitas: da linhagem de Queat, Maat, filho de Amassai, Joel, filho de Azarias; da linhagem de Merari, Quis, filho de Abdi, Azarias, filho de Jalelel; da linhagem dos gersonitas, Joá, filho de Zima, Éden, filho de Joá; 13da li­nhagem de Elisafan, Chimeri e Jeiel; da linhagem de Asaf, Zacarias e Matanias; 14da linhagem de He­man, Jaiel e Chimei; da linhagem de Jedu­tun, Chemaías e Uziel. 15Reu­niram os seus irmãos e, depois de se te­rem santificado, vieram, por ordem do rei e conforme as pala­vras do Se­nhor, purificar o templo. 16Os sacer­do­tes entraram no inte­rior do tem­plo do Senhor para o purificar, e varreram, do átrio do templo, toda a imundície que encon­traram; depois, os levitas juntaram-na e levaram-na para fora, para a torrente do Cé­dron.

17Foi no pri­mei­ro dia do primeiro mês que come­ça­ram esta purifica­ção; no oitavo dia desse mês chegaram ao pórtico. Em oito dias, o templo foi purificado. No décimo sexto dia do mês, acabaram a obra começada.

18Dirigiram-se, então, à presença do rei Ezequias e disseram-lhe: «Pu­rificámos todo o templo do Senhor, o altar dos holocaustos com todos os seus utensílios, a mesa dos pães da oferenda com todos os seus utensí­lios. 19Todos os objectos que Acaz, tinha profa­nado, durante o seu rei­nado, purificámo-los e pusemo-los diante do altar do Senhor.»


Restabelecimento do culto20No dia seguinte, de manhã, o rei Eze­quias reuniu os dignitários da ci­dade e subiu ao templo. 21Leva­ram sete touros, sete carneiros, sete cor­dei­ros e sete bodes para um sacri­fício ex­piatório pelo reino, pelo san­tuário e por Judá. O rei disse aos sacerdotes da linhagem de Aarão que os ofere­cessem sobre o altar do Senhor.

22Os sacerdotes imolaram os tou­ros, cujo sangue recolheram e der­ra­maram so­bre o altar. Depois, imola­ram os car­nei­ros e espalha­ram o seu san­gue sobre o altar; e fizeram o mes­mo com os cordeiros. 23Trouxeram então os bodes, para um sacrifício expia­tório, à presença do rei e da mul­ti­dão, e todos esten­deram as mãos sobre eles.

24Os sacerdotes imolaram-nos e ofereceram o seu sangue sobre o altar, em expiação pelos pecados de todo o Israel, pois o rei ordenara que se oferecesse o holocausto e o sacri­fício expiatório por todo o Israel. 25Colocou, depois, os levitas no tem­plo do Senhor, com címbalos, har­pas e cítaras, segundo a ordem de Da­vid, de Gad, o vidente do rei, e do pro­feta Natan, porque era uma or­dem do Senhor, dada pelos seus profe­tas.

26Os levitas ocuparam o seu lugar com os instrumentos de David, e os sacerdotes, com as trom­betas. 27Eze­quias mandou oferecer o holocausto sobre o altar; e, no mo­mento em que começava o holo­causto, o canto do Senhor fez-se ouvir, ao som das trom­betas e dos instrumentos musi­cais de David, rei de Israel.

28Toda a assembleia estava pros­trada, enquanto os cantores entoa­vam o cântico e faziam ressoar as trombetas até ao fim do holocausto. 29Terminado o holocausto, o rei e todos os que o cercavam dobraram os joe­lhos e prostraram-se. 30A se­guir, o rei Ezequias e os chefes orde­naram aos levitas que cantassem um cân­tico ao Senhor, com as pala­vras de David e do vidente Asaf. Can­taram esse hino cheios de ale­gria, e depois prostraram-se em ado­ra­ção. 31En­tão, Eze­quias tomou a palavra e disse: «Agora que ten­des as vossas mãos cheias de ofertas para o Senhor, apro­ximai-vos e oferecei os sacrifícios de acção de graças no templo do Se­nhor.» E toda a multidão ofereceu os seus sacri­fícios de acção de gra­ças, e os de coração generoso ofere­ciam holo­caustos voluntários.

32Este foi o número dos holo­caus­tos ofere­cidos pela multidão: setenta touros, cem carneiros, duzentos cor­deiros; tudo isto oferecido em holo­causto ao Senhor. 33Consagraram, além disso, seiscentos bois e três mil ovelhas. 34Mas, como os sacerdotes eram pou­­cos e não bastavam para preparar as vítimas destinadas ao holo­caus­to, os seus irmãos levitas aju­daram-nos até ao fim, até que os ou­tros sacer­dotes se purificassem; por­que os levi­tas tinham mostrado mais solici­tude que os sacerdotes em se purificar. 35Ofereceram, além disso, holocaus­tos em abundância, com a gordura dos sacrifícios de comunhão e as liba­ções para os holocaustos.

Foi assim restabelecido o culto no templo do Senhor. 36Ezequias e o povo regozi­ja­ram-se por o Senhor ter disposto todo o povo a fazer tudo isto tão rapi­damente.



Capítulos

2 Cr 1 2 Cr 2 2 Cr 3 2 Cr 4 2 Cr 5 2 Cr 6 2 Cr 7 2 Cr 8 2 Cr 9 2 Cr 10 2 Cr 11 2 Cr 12 2 Cr 13 2 Cr 14 2 Cr 15 2 Cr 16 2 Cr 17 2 Cr 18 2 Cr 19 2 Cr 20 2 Cr 21 2 Cr 22 2 Cr 23 2 Cr 24 2 Cr 25 2 Cr 26 2 Cr 27 2 Cr 28 2 Cr 29 2 Cr 30 2 Cr 31 2 Cr 32 2 Cr 33 2 Cr 34 2 Cr 35 2 Cr 36