2 Cr 1

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa
III. HISTÓRIA DE SALOMÃO (1,1-9,31)


Sabedoria de Salomão (1 Rs 3,5-15) – 1Salomão, filho de David, consolidou o seu reinado. O Senhor, seu Deus, estava com ele e engran­deceu-o cada vez mais. 2Sa­lomão con­vocou todo o Israel, os chefes de milhares e de centenas, os juízes e todos os príncipes de todo o Israel, que eram os principais che­fes de família. 3E foi com toda a assem­bleia ao lugar alto que havia em Guibeon, onde se encontrava a tenda da reu­nião com Deus, que Moisés, servo do Senhor, construíra no deserto. 4A Arca de Deus tinha já sido trans­por­tada por David de Quiriat-Iarim para o lugar que lhe tinha sido fixado, uma tenda que lhe erigira em Jerusalém. 5Aí se en­contrava também, diante da mo­rada do Senhor, o altar de bronze feito por Beçalel, filho de Uri, filho de Hur, e Salomão e a comunidade procura­vam honrá-lo.

6Salomão, na pre­sen­ça do Se­nhor, subiu ao altar de bronze que está junto da tenda da reunião e ofe­re­ceu mil holo­caus­tos. 7Nessa mesma noite, Deus apa­receu a Salo­mão e disse-lhe: «Pede! Que posso Eu dar-te?» 8Salomão res­pondeu a Deus:

«Tu procedeste com grande bene­vo­lência

para com meu pai David

e fizeste-me rei em lugar dele.

9Senhor Deus, ratifica, portanto,

a promessa que fizeste a meu pai David,

porque me fizeste rei de um povo

numeroso como o pó da terra.

10Concede-me, pois, a sabedoria e o conhecimento,

a fim de que eu saiba conduzir este povo;

quem, na verdade, poderá gover­nar um povo

tão grande como o teu?»

11Deus disse a Salomão:

«Já que é esse o desejo do teu co­ração

e não pediste riquezas, nem te­souros,

nem glória, nem a morte dos teus inimigos,

nem uma vida longa,

antes pediste sabedoria e conhe­ci­mento,

a fim de governar o meu povo, do qual te fiz rei,

12concedo-te sabedoria e conheci­mento;

além disso, dar-te-ei também ri­que­zas,

tesouros e glórias tais

como jamais tiveram os reis an­tes ou depois de ti.»

13Então, descendo do lugar alto de Guibeon, da presença da tenda da reu­nião, Salomão regressou a Je­ru­sa­lém. E reinou sobre Israel.


Riquezas de Salomão (1 Rs 10,14-29) 14Salomão acumulou carros e cava­leiros: tinha mil e quatrocentos car­ros e doze mil cavaleiros, que aquar­telou nas cidades onde esta­vam os carros e em Jerusalém, jun­to de si.

15O rei fez com que, em Jeru­sa­lém, a prata e o ouro fossem tão comuns como as pedras, e os cedros, tão nu­merosos como os sicó­moros da pla­ní­cie da Chefela. 16Salo­mão impor­tava os seus próprios cavalos do Egipto e de Qué. Uma caravana de fornece­do­res reais ia buscá-los a Qué, pelo preço ajus­tado; 17traziam do Egipto um carro por seiscentos siclos de pra­ta, e um cavalo, por cento e cinquenta. Salo­mão, por sua vez, vendia-os aos reis dos hititas e dos arameus, por inter­médio daqueles.


Preparativos para a construção do templo (1 Rs 5,15-32; 7,14) – 18Sa­­­lo­mão decidiu edificar um templo ao nome do Senhor e cons­truir um pa­lácio para a sua rea­leza.



Capítulos

2 Cr 1 2 Cr 2 2 Cr 3 2 Cr 4 2 Cr 5 2 Cr 6 2 Cr 7 2 Cr 8 2 Cr 9 2 Cr 10 2 Cr 11 2 Cr 12 2 Cr 13 2 Cr 14 2 Cr 15 2 Cr 16 2 Cr 17 2 Cr 18 2 Cr 19 2 Cr 20 2 Cr 21 2 Cr 22 2 Cr 23 2 Cr 24 2 Cr 25 2 Cr 26 2 Cr 27 2 Cr 28 2 Cr 29 2 Cr 30 2 Cr 31 2 Cr 32 2 Cr 33 2 Cr 34 2 Cr 35 2 Cr 36